segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Roteiro Turístico Biográfico - Van Gogh / Holanda e França

"Entre flores e estrelas, um roteiro pelos passos de Van Gogh. A atmosfera, as atrações e os eventos em países como Holanda e França, que compõem o mapa de vida, obra e morte do artista. Foi em Zundert que ele nasceu. Em Etten-Leur, que se assumiu pintor. Em Nuenen, fez as primeiras telas que se tornariam ícones. Eindhoven, cidade vizinha a Nuenen, por exemplo, ganhou uma ciclovia de 600 metros em homenagem a “A noite estrelada”, uma das principais obras do precursor do expressionismo e do fauvismo. São pedrinhas verdes e azuis, em projeto do light designer Daan Roosegaarde, que guardam a luz do dia para cintilar à noite. Na busca pelas origens do pintor dos girassóis, descobre-se que ele foi adotado por um lugar onde talvez nem tenha estado. Graças ao museu Kröller-Müller, dono da segunda maior coleção particular do artista, na região central do país. Ali ao lado, na vila de Otterlo, de três mil habitantes, todas as casas exibem em seus jardins cópias de pinturas do mestre e, muitos, muitos girassóis. A capital Amsterdã, as francesas Arles e Auvers-sur-Oise, assim como as demais cidades de França e Bélgica que integram o mapa de vida, obra e morte do artista, ganharam luminosidade extra. Eventos e exposições se sucedem. O Museu Van Gogh, de Amsterdã, bateu um milhão de visitantes em 23 de julho, quatro semanas antes do mesmo dia de 2014. Van Gogh viveu 37 anos. Suas 900 telas foram pintadas em menos de dez, quando ainda fez 1.100 desenhos. Em vida, o artista de tendências impressionistas apenas vendeu um quadro. E o reconhecimento do talento só se deu com a influência de sua obra sobre diferentes frentes de arte que viriam a seguir”. Matéria completa em O Globo, no link abaixo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário