sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Roteiro Turístico Biográfico - Casas de Pintores Famosos pelo Mundo

"Roteiro pelas casas de pintores famosos. Dos castelos de Picasso e Dalí ao albergue de Van Gogh, conheça as casas-museus de pintores famosos pelo mundo. O pintor catalão Pablo Picasso se refugiou por dois anos em um castelo francês, em Aix-em-Provence. Desejava fugir do burburinho de Cannes. Outro artista da mesma região, Salvador Dalí, também morou em um castelo. Para Claude Monet, outro pintor celebridade, o luxo ficava do lado de fora de casa. Ele mesmo projetou e cuidava de seus jardins. E foi ali, em Giverny, no ateliê a céu aberto, que ele pintou suas melhores telas impressionistas. Diferentemente de Picasso, Dalí e Monet, um dos pintores mais valorizados da atualidade, Vincent Van Gogh, foi miserável durante toda a vida e passou por 37 albergues espalhados pela Holanda, Bélgica, Inglaterra e França. Do México à Espanha, da casa azul de Frida Khalo à moradia quase nua de Goya, passando pelos castelos dos pintores-celebridades, listamos as casas de grandes pintores que merecem uma visita demorada. Escolha o seu favorito e descubra os lugares em que autênticas obras-primas foram concebidas". Matéria completa no site IG, abaixo.




quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Turismo Biográfico - Rio da Bossa Nova

Entre 7 e 12/02, realizamos uma linda viagem pelo tempo e pelo espaço da Bossa Nova e dos seus idealizadores. A viagem Rio da Bossa Nova foi em parceria com o SESC Ribeirão Preto. Foi possível viajar por pontos tradicionais do RJ sob uma nova perspectiva e conhecer novos pontos que estão relacionados a biografia dos bossanovistas. Confira, abaixo, alguns registros dessa viagem!


























quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Roteiro Turístico Biográfico II - Leonardo Da Vinci / Milão - IT

"Itinerário Leonardo Da Vinci em Milão. Quem vem para Milão, mesmo conhecendo pouco a história da cidade, não pode deixar de associa-la ao nome de Leonardo Da Vinci. O gênio Renascentista não era milanês, mas passou aqui 18 anos na corte de Ludovico Sforza, entre 1482-1500, deixando na cidade a Última Ceia, com certeza a sua obra mais famosa junto com a Monalisa. Mas percorrer os rastros de Leonardo em Milão não é só se limitar só a conhecer a famosa parede pintada no refeitório do Monastério de Santa Maria delle Grazie. A cidade está cheia de lugares, mais ou menos conhecidos pelos turistas, que estão ligados ao nome do grande artista toscano". Matéria completa no site Milão nas Mãos, abaixo.